Psicóloga / Psicanalista Flavia Bonfim - Atendimento - Cursos - Eventos - Textos
Contatos: (21) 98212-6662 / 2613-3947 (Secretária eletrônica)

domingo, 27 de fevereiro de 2011

PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICANÁLISE

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

Psicanálise: Perspectiva Clínico-Institucional


Curso em conformidade com as resoluções 01/2007 do Ministério da Educação e Cultura e 013/2007 do CFP


.
 “É possível prever que, mais cedo ou mais tarde, (…) haverá Instituições ou Clínicas para as quais serão designados profissionais analiticamente preparados (…). Defrontar-nos-emos, então, com a tarefa de adaptar nossa técnica às novas condições.”
                                                                                                                          Sigmund Freud

                    Nos tempos atuais a Psicanálise, além de se confrontar com os desafios colocados no cotidiano de sua clínica, vem adentrando cada vez mais as Instituições. A relevância do Discurso Psicanalítico vem sendo discutida a partir de experiências e projetos direcionados à práxis analítica, seja nos consultórios, seja nos Hospitais Gerais, seja nos Centros de Atenção Psicossocial ou mesmo nas Instituições Judiciais. Nunca desgarrada de sua especificidade clínica, e podendo ser aplicada a contextos diversos, a Psicanálise constitui hoje um dos principais dispositivos capazes de romper com modelos engessados de intervenção, sendo cada vez mais convocada a comparecer também nas esferas públicas. Contando com um Corpo Docente composto de Mestres, Doutores e Pesquisadores desse campo, este curso visa oferecer ao Profissional de Psicologia aprofundamento especializado na práxis analítica, potencializando seu raio de atuação frente às questões do sujeito na contemporaneidade, tanto no âmbito do consultório privado, quanto nos espaços institucionais. Desta forma, o curso apresenta três eixos da práxis analítica na atualidade: a psicanálise aplicada aos consultórios, a práxis analítica nas instituições de saúde (hospitais, ambulatórios, Institutos de Reabilitação, CAPS) e o discurso analítico pensado no enlace com as instituições jurídicas e penais.


Objetivo

Preparar o profissional de Psicologia para um campo de trabalho pertinente às demandas da clínica, bem como ao discurso psicanalítico pensado nas suas diversas esferas de intervenção institucional.  

Coordenação

Rogerio Quintella (Doutor/UFRJ; Docente/Universo)

Duração: 18 meses

Carga Horária: 644 horas

Funcionamento das Aulas: Sábados

Turno: manhã e tarde (até o oitavo mês); manhã (a partir do nono mês)

Prática em Estágio: 6 meses, em instituição conveniada

Mensalidade: R$ 312,50 (alunos externos); R$ 250,00 (ex-alunos da UNIVERSO)

Disciplinas

  • Psicanálise I, II, III, IV e V
  • Introdução à psicanálise nas Instituições
  • Ética e Técnica da Clínica Psicanalítica
  • Psicanálise e Saúde Pública
  • Teoria Psicanalítica da Psicose
  • Clínica da Psicose
  • Saúde Mental e Instituição Pública
  • Antropologia e Instituição do Parentesco
  • Antropologia do corpo
  • Psicanálise no Hospital Geral
  • Psicanálise nos Centros de Atenção Psicossocial
  • Psicanálise nos Centros de Reabilitação
  • Teorias Institucionalistas
  • Psicanálise e corporeidade
  • Epistemologia da psicanálise
  • Metodologia de pesquisa em Psicanálise
  • Psicanálise e Medicina
  • Psicanálise nas Instituições Judiciais
  • Psicanálise e Maternidade
  • Perspectivas Clínicas do trabalho em grupo
  • Seminário Clínico
  • Estágio Supervisionado
  • Trabalho de Conclusão de Curso

Corpo docente

Adriane Sabrosa – Psicóloga (UFF); Mestre em Saúde Pública (FIOCRUZ); Psicóloga do Manicômio Judiciário Henrique Roxo; Professora da Universidade Salgado de Oliveira.

Alan Christi - Psicólogo (UFF); Coordenador de Saúde Mental da Prefeitura de Maricá; Coordenador do Setor de Psicologia do Hospital Conde Modesto Leal  de Maricá; Especialista em Psicologia Clínica (CFP).

André Rossi - Psicólogo (UFF); Mestre em Estudos da Subjetividade (UFF).

Carlos Alberto Ribeiro Costa - Psicólogo (UFF); Mestre em Teoria Psicanalítica (UFRJ); Doutorando em Teoria Psicanalítica (UFRJ).

Cláudia Pitanga - Psicóloga (UERJ); Mestre em Psicanálise, Pesquisa e Clínica (UERJ); Doutoranda em Psicanálise, Pesquisa e Clínica (UERJ); Supervisora do Setor de Psicologia da Associação Fluminense de Reabilitação; Psicanalista da Escola de Psicanálise Práxis Lacaniana.

Denise Jalles - Psicóloga (UFF); Mestre em Educação (UFF); Psicanalista do CAPSi José Garoto.

Flávia Bonfim - Psicóloga (UfFF). Especialista em Psicanálise e Laço Social (UFF); Mestranda em Pesquisa e Clínica Psicanalitica (UERJ). Psicóloga do Programa Reintegrar da Associação Fluminense de Reabilitação.

Frederico Martins - Psicólogo (UFF); Mestre em Epistemologia (PUC-RJ); Professor da Universidade Salgado de Oliveira.

Maria José Soares - Cientista Social (UFF); Mestre em Ciências Sociais (UFF); Professora da Universidade Salgado de Oliveira; Diretora Acadêmica da Universidade Salgado de Oliveira.

Naira Sampaio - Psicóloga (UFF); Mestre em Saúde Coletiva (UERJ); Professora da Universidade Salgado de Oliveira. Coordenadora do Núcleo de Psicologia Aplicada da Universo.

Paula Cury - Psicóloga (UFF); Mestre em Psicanálise, Pesquisa e Clínica (UERJ); Doutoranda em Psicologia Clínica (PUC-SP); Professora da Universidade Salgado de Oliveira. Coordenadora do Curso de Psicologia da Universo; Psicanalista do Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro.

Rogerio Quintella - Psicólogo (UFF); Mestre em Teoria Psicanalítica (UFRJ); Doutor em Teoria Psicanalítica (UFRJ); Professor da Universidade Salgado de Oliveira; Supervisor Clínico-Institucional do Projeto Desins (Maricá); Psicanalista da Escola de Psicanálise Letra Freudiana.

MATRÍCULAS ABERTAS
Inscrições: UNIVERSO – Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa
Rua Marechal Deodoro, 263, Bloco B, 3o andar
Informações: (21)2138-4911, (21)9875-1967; posnt@nt.universo.edu.br; pgpsicanalise@gmail.com

 

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICANÁLISE: PERSPECTIVA CLÍNICO-INSTITUCIONAL

Encontram-se abertas as inscrições para o curso de "Pós-Graduação em Psicanálise: Perspectiva clínico intitucional" oferecido pela Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO).

Início previsto para Abril/2011

Eu estarei ministrando uma disciplina neste curso. Entre outros, também fazem parte do corpo docente Rogério Robbe Quintella (Coordenador do curso; Doutor em Teoria Psicanalítica pela UFRJ e professor da Universo) e  Claúdia Escórcio Pitanga ( Doutoranda em Pesquisa e Clínica em Psicanálise pela UERJ e psicóloga da AFR).

Inscrições:
UNIVERSO – Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa
Rua Marechal Deodoro, 263, Bloco B, 3o andar
Informações: (21)2138-4911, (21)9875-1967

posnt@nt.universo.edu.br; pgpsicanalise@gmail.com


AGUARDEM MAIS INFORMAÇÕES!!!!!!!!!!!!!! 

domingo, 20 de fevereiro de 2011

LATUSA DIGITAL

Latusa Digital Nº 40/41 Março e Junho de 2010 / Ano 7 - ISSN 2175-1579

ARTIGOS:

1) A insistência na política lacaniana
Ricardo Seldes

Parto de uma hipótese: a responsabilidade política é essencial ao desejo do analista.


2) Considerações psicanalíticas sobre a violência urbana

Sérgio Laia

Em uma de suas intervenções no Núcleo de Psicanálise e Direito do Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais (IPSM-MG), Cláudio Chaves Beato Filho, Coordenador Geral do Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública (CRISP, Universidade Federal de Minas Gerais), abordou o crescimento da criminalidade entre jovens brasileiros...

3) Coup de foudre
Fernando Coutinho Barros

A descoberta da transferência, por Freud, como sabemos, foi casual.

4) O analista parceiro sintoma

Vanda Assumpção Almeida

O tema de nossas Jornadas Clínicas, “Sintoma e semblantes na vida e na análise”, é em si um convite para se repensar a clínica psicanalítica hoje.

5) Não temos tempo a perder
Ana Martha Wilson Maia

Em entrevista concedida a uma revista brasileira, o filósofo Carl Honoré descreve a pressão exercida sobre os pais para oferecerem uma infância perfeita aos filhos.

6) De ciclones e círculos. Ou: do Outro ao objeto
Tatiane Grova

Mark Twain, o mais famoso pseudônimo do escritor norte-americano Samuel L. Clemens, deixou textos póstumos inéditos, dos quais alguns estão sendo trazidos a público.

CONFIRA OS TEXTOS NO SITE:




:

 

sábado, 19 de fevereiro de 2011

CURSOS DE PSICANÁLISE EM 2011.....

1) Princípios da clínica psicanalítica com crianças


2) A feminilidade na psicanálise: um percurso de Freud a Lacan


Aguardem!!!!!

Local: Rua Dr. Borman, 23 - sala 505 - Centro - Niterói - RJ

* Os interessados podem enviar e-mail para flaviabonfimpsi@yahoo.com.br e, assim, receberão informações futuras sobre a definição de data e valores. 

Coordenação: Flavia Bonfim
Mestranda em Pesquisa e Clínica Psicanalítica da UERJ.
Pós-Graduada em Psicanálise e Laço social pela UFF.
Psicóloga da Associação Fluminense de Reabilitação.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

ESCOLA BRASILEIRA DE PSICANÁLISE

AGENDA - FEVEREIRO DE 2011:


Dia 18 - Sexta-feira, 18:30 horas

Noite Americana Mediateca da Maison de France A loucura de cada um – perspectivas da psicanálise
Com: Romildo do Rêgo Barros e Paula Borsói


Local:
Av. Presidente Antônio Carlos, 58/ 11º andar - Castelo
Rio de Janeiro/ RJ



Dia 25 - Sexta-feira, 15:00 horas (exibição de filme), 18:00 horas (debate)

Cine Cien: A fita branca
Direção de Michael Haneke
Debate com José Neto Alvernaz, Lêda Guimarães e Inês Lamy

Local: Sede da Seção-Rio

EBP Rio: Rua Capistrano de Abreu, 14 – Botafogo – Rio de Janeiro - (21) 2539-0960

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Fotos do meu novo consultório.....







Consultório da Psicóloga Flavia Bonfim
Atendimento de crianças, adolescentes e adultos.
Rua Dr. Borman, 23 - sala 505 - Centro - Niterói
Telefones: 2613-3947 / 8212-6662

Sugestão de livro

A Significação do Falo : Uma Leitura
Este livro realiza um leitura ponto a ponto do artigo de Lacan "A significação do falo" - um texto breve, denso e central no tocante ao conceito de falo na obra lacaniana. Alguns dos desenvolvimentos básicos a esse respeito estão incluídos nele. Sem dúvida, ainda faltam muitos outros que culminarão na definição da função fálica nas fórmulas de sexuação.

O NÃO-TODO FEMININO


"Não ser trata de mulheres que se inscrevem do lado fálico e outras não: as mulheres se inscrevem não-todas do lado fálico: uma por uma não-toda. A negação do todo feito por Lacan no Seminário 18, formulado pela primeira vez não-toda mulher, afeta dos os universais, tanto afirmativo quanto negativo. O não-todo inclui o nenhum. Não é certo que todas e não é certo que nenhuma, que é outro universal. Não-todo é uma objeção aos dois universais, afirmativo e negativo. Então, uma vez negados os dois universais, algo fica indeterminado."
BRODSKY, Graciela. O homem, a mulher e a lógica. In: Latusa: O semblante e a comédia dos sexos – Revista da Escola Brasileira de Psicanálise (EBP-Rio), n° 13. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2008 b, p. 483

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

NOVO CONSULTÓRIO.....

Neste mês de fevereiro, começo atender em novo consultório.

Endereço: Rua Dr. Borman, 23 - sala 505 - Edifício Quality Office - Centro - Niterói - RJ.
(próximo ao Plaza Shopping e Praça do Rink)

Telefone: 2613-3947 / 8212-6662


Psicóloga Flavia Bonfim
Atendimento clínico de orientação psicanalítica com crianças, adolescentes e adultos.

MAPA DE LOCALIZAÇÃO:


quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

SEMINÁRIO 5 - LACAN

"O que se manifesta no fenômeno do desejo humano é sua subducção intrínseca, para não dizer subversão, pelo significante."

LACAN, J . Seminário 5 – As formações do inconsciente. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1999. P. 261.